Quando trocar sua planta de vaso

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Pessoas que amam plantas sempre arrumam um jeitinho de tê-las em casa. Em alguns casos essas flores e plantas podem estar robustas ou cheias de raízes, o que não quer dizer que elas estejam crescendo de forma saudável.

Todas as plantas precisam de espaço para que consigam sobreviver e crescer da forma correta. É justamente o crescimento excessivo das raízes que indica a necessidade de um ambiente mais apropriado para o seu desenvolvimento.

O ideal nesses casos é retirar as mudas, desafogando a planta original e, em seguida, plantá-la em um local mais apropriado, algo não tão simples de ser feito, mas necessário. Antes de fazer isso, certifique-se primeiro onde ela será replantada e siga nossas dicas a seguir:

quando-trocar-vaso-planta-verdy-vasos

Como fazer

As tesouras e estiletes podem conter fungos ou outros tipos de sujeira, por isso, limpe-os com álcool gel e esperem secar, isso evitará a contaminação das plantas.

Após a limpeza, comece cortanto os raminhos do vegetal que cresceram excessivamente, retirando-os com toda a raiz para que possam ser replantados.

Fique antento! Para que a planta sobreviva,é importantíssimo que as primeiras regas sejam realizadas com água em temperatura ambiente e filtrada. Ferva toda água antes para que isso elimine todo o cloro, diminuindo assim o risco de que as plantas sofram danos causados pelas substâncias contidas nesta água.

Como cada planta precisa de um cuidado específico, relacionamos abaixo alguns dos tipos mais comuns e a forma correta de poda e replantio delas.

Azaleias

Para remover as Azaleias, é preciso que os galhos a serem cortados tenham um tamanho médio. No momento em que elas estiverem na terra, deverão ser cobertas por uma parte superior de garrafa Pet, que terá a função de uma pequena estufa, o que irá acelerar o desenvolvimento de suas raízes.

Samambaias

Já as Samambaias, antes de serem removidas, deverão conter, no mínimo, três brotos ou galhos. Outro fator importante é manter seu cachepô de fibra de coco úmido, ambiente adequado para seu desenvolvimento.

Violetas

No caso das Violetas, o segredo está no fornecimento de água que é feito para ela. Para repô-la em algum vaso, introduza sua haste sem usar força, impedindo que ela fique soterrada demais. A sua rega deve ser feita, no máximo, duas vezes por semana.

Sua dúvida também pode ser em relação a qual vaso plantá-la e nesse caso a solução é muito mais simples. Escolha os vasos Verdy para replantar sua espécie preferida. São diversos tamanhos e cores de vasos que se adequam perfeitamente a qualquer ambiente interno ou externo.

Entre em contato conosco clicando aqui e descubra a loja mais próxima de você.

Receba nossas novidades por email

Cadastre-se e fique por dentro das novas tendências do paisagismo

Dicas relacionadas