Oito atitudes que você deve evitar para garantir mais vida as suas plantas

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

cuidado-com-as-plantas-o-que-nao-fazer-verdy-vasos-polietileno

Você cuida de suas plantas, rega todos os dias, expõe elas ao sol e mesmo assim elas estão morrendo? Então fique atento as seguintes dicas e saiba o que você não deve fazer em relação aos cuidados delas no dia a dia:

1) Regar as plantas nos horários mais quentes do dia:
Ao regar as plantas em horários em que a temperatura está muito quente, você pode fazer com que elas sofram um choque térmico. O melhor horário para a rega é pela manhã, quando o sol ainda está ameno.

2) Adubar a terra com pouca frequência:
Além de regar, é preciso repor os nutrientes da planta para que ela se desenvolva. O ideal é adubar agora, entre a primavera e o verão.

3) Permitir que lesmas e caramujos cresçam entre as plantas:
Este tipo de praga normalmente surge no inverno, especialmente em regiões com muita umidade. Use recursos naturais para combatê-las, aplique soluções caseiras à base de fumo, vinagre e alho, que são menos agressivos à planta.

4) Não relacionar as regas com a época do ano:
No inverno, a evaporação de água é menor, por isso a rega deve ser menor. No verão, ocorre o contrário. Para saber se há a necessidade de regar, finque o dedo na terra e analise se ela está seca. Apenas olhar não resolve o problema.

5) Não realizar podas necessárias:
Podar a planta, garante sobrevida a ela e permite melhor acesso de luz à copa da planta. Corte os galhos acima do pequeno nó, pois será ali que um novo ramo irá nascer. Corte também as folhas e flores secas. Caso prefira retirar o galho inteiro, corte-o rente ao caule ou ao ramo maior.

6) Permitir que seus animais de estimação façam buracos na grama:
Gato, Cachorro e jardim – uma combinação que necessita de equilíbrio. Nos vasos, troque as plantas baixas por plantas ornamentais, como palmeira-ráfis, bambu mossô, jasmim-manga e o chifre de veado pendente.

7) Misturar várias espécies no mesmo vaso:
Paisagistas indicam a necessidade de plantar cada espécie de folhagem ou flor em vasos diferentes, uma vez que os cuidados podem ser diferentes uns dos outros.

8) Esperar que os vasos de temperos cresçam em qualquer lugar:
O sol é fundamental para o desenvolvimento de um horta. Para que ela se mantenha saudável, deixe-os onde há luz natural da manhã ou da tarde, por pelo menos quatro horas. Adube mensalmente com composto orgânico para renovar os suprimentos da planta.

Tão importante quanto isso é a escolha do vaso para cada tipo de planta. A Verdy vasos possui uma linha extensa de vasos, de diversos tamanhos e tipos de texturas. Eles são produzidos em polietileno rotomoldado de alta resistência. Possuem proteção UV e são super resistentes a choques e as intempéries do tempo.

Conheça-os clicando aqui ou entre em contato com nosso departamento comercial clicando aqui.

Fonte: Revista Casa e Jardim

Receba nossas novidades por email

Cadastre-se e fique por dentro das novas tendências do paisagismo

Dicas relacionadas